Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Level Constellation tem mais dois projetos residenciais na calha para Lisboa este ano

Maquete do projeto Classica, na Avenida da República 40, que terá 22 apartamentos / Level Constellation
Maquete do projeto Classica, na Avenida da República 40, que terá 22 apartamentos / Level Constellation

A atividade da Level Constellation (LC) em Portugal centrou-se, numa primeira fase, no mercado residencial, com o lançamento de três projetos em Lisboa, o Park Avenue, o Ouro Grand e o Off Liberdade: o primeiro já está entregue, o segundo está 99% vendido (falta uma loja) e pode ser ocupado e o terceiro estará concluído até final do ano, sendo que falta vender uma fração. Uma aposta que se mantém e há novos projetos na calha, revela ao idealista/news Pedro Vicente, diretor geral da empresa de capitais chineses.

“Vamos agora partir para a segunda ronda de investimentos da empresa, que já está em curso, e vamos anunciar mais dois projetos: o Classica, que está um pouco atrasado por razões ligadas à Câmara Municipal de Lisboa e que está localizado na Avenida da República 40, e o City-Flat, que é a antiga Clínica de Todos os Santos”, diz o responsável, revelando que, até à data, a LC já realizou vendas de 70 milhões de euros em Portugal.

Segundo Pedro Vicente, o Classica “é um produto único” que resulta na reabilitação integral de um edifício de 1910, que vai ser totalmente preservado e transformado em apartamentos [serão 22]. Já o City-Flat será um “produto diferenciado” com 38 apartamentos. “Serão unidades T0 e T1. É um produto que se orienta para ‘young professionals’ e que tem duas orientações: mobilidade e ‘coliving’. Terá sempre uma área de ‘coliving’ onde pretendemos que todos os proprietários se encontrem, convivam, conheçam”.

Novos projetos a anunciar 2019

Sem levantar o véu sobre o assunto, Pedro Vicente revela que a modalidade de “city-flats” é uma forma da LC aproveitar as oportunidades do mercado, sendo esta também uma aposta da empresa a curto/médio prazo. Mais novidades sobre o tema só em 2019. 

“Continuamos a olhar para a área turística. Demos o primeiro passo com o antigo hotel Monte Palace e estamos a olhar para outras oportunidades. Este [o projeto mencionado em cima] é o City-Flat centro e teremos mais unidades na cidade, temos mais duas oportunidades identificadas e estamos a estudá-las. E além dos ‘city-flats’ temos outros projetos para o segmento alto. Mas estes projetos são todos para o próximo ano, para este ano apresentaremos e iniciaremos a comercialização apenas do City-Flat e do Classica”, remata.