Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Novo projeto residencial a nascer no Areeiro entra em comercialização

Empreendimento, com 17 apartamentos a partir dos 225 mil euros, resulta da recuperação de um edifício dos anos 50.

Nº9 da avenida de Madrid, no centro de Lisboa. / JLL
Nº9 da avenida de Madrid, no centro de Lisboa. / JLL
Autor: Redação

Em tempos de Covid-19, o mercado imobiliário português dá sinais de dinamismo. No centro de Lisboa, por exemplo, há um novo projeto residencial a nascer, perto da praça do Areeiro. Situado no nº9 da avenida de Madrid, entre aquela icónica praça da capital e o prestigiado eixo residencial da avenida de Roma, o empreendimento resulta da recuperação de um edifício dos anos 50 com arquitetura típica da época e vai trazer ao mercado 17 novos apartamentos, que entram agora em comercialização pela mão da JLL.

A oferta do “Nº9” é composta por apartamentos de tipologias T0 a T6 duplex, com áreas entre os 37 e os 187 metros quadrados (m2), e preços a partir dos 225.000 euros. O edifício compreende ainda algumas unidades comerciais no embasamento. Todos os apartamentos dispõem de espaçosas varandas, características da arquitetura típica deste eixo da cidade, com os pisos superiores a proporcionarem vistas desafogadas sobre a cidade.

“O Nº9 nasce no coração do Areeiro, uma zona onde se pode viver com o privilégio de andar a pé com toda a tranquilidade, usufruir de jardins e esplanadas, e desfrutar de uma vasta oferta de comércio, serviços e equipamentos públicos. É um projeto ideal para as famílias que gostem de viver no centro de Lisboa, num bairro familiar, num edifício com traça tradicional, com apartamentos modernos, charmosos e com níveis máximos de conforto”, defende Patrícia Barão, Head of Residential da JLL, citada em comunicado.

A consultora destaca ainda que a zona entre a avenida de Roma e o Areeiro afirmou-se, a partir de meados do século passado, como um prestigiado destino residencial da cidade, preservando até aos dias de hoje essa identidade, mas sendo também muito conhecida pelo seu comércio. Acolhe ainda equipamentos desportivos, religiosos e educativos bem conhecidos da cidade, bem como alguns dos seus mais marcantes parques, praças e jardins. Pela sua centralidade beneficia de ótimos acessos a transportes públicos, incluindo, na proximidade do “Nº9”, duas estações de Metro.