Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mega empreendimento residencial Antas Atrium avança com construção

A primeira fase do projeto no Porto terá 169 apartamentos, com tipologias desde T0 ao T4, tendo mais de 50 já reservadas.

Carlos Vasconcellos, presidente executivo da Quantico.
Carlos Vasconcellos, presidente executivo da Quantico.
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

Apresentado pela primeira vez em outubro de 2020, apenas agora, um ano depois, vai avançar a construção da primeira fase do megaempreendimento residencial Antas Atrium, no Porto, “devido ao atraso com questões de licenciamento”, destaca a Albatross-Quantico, 'joint-venture' especializada em investimentos imobiliários, em grande expansão em Portugal.

Em causa está, nas palavras do promotor, “o maior empreendimento residencial do Porto e um dos maiores do país, com mais de 110.000 metros quadrados (m2) de construção acima do solo”. Terá ainda uma zona comercial de 1.500 m2 e 55.000 abaixo do solo. Hoje, terça-feira, dia 28 de setembro de 2021, é lançada a primeira pedra do projeto pelo presidente reeleito da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, depois de que dias de ter arrancado a construção do complexo habitacional.

Localizado em parte dos terrenos do conhecido Plano de Pormenor das Antas (PPA) e localizado a poucos metros do novo estádio do Dragão -, o Antas Atrium vai desenvolver-se por fases, sendo que “a primeira fase, com 169 apartamentos, terá tipologias desde T0 ao T4, todas com garagem coberta privativa”. 

Novo conceito de luxo: mais de 50 casas novas reservadas e pré-vendidas

“O Antas Atrium será um condomínio privado, no local antes ocupado pelo Estádio das Antas, num terreno que se encontrava abandonado há mais de 20 anos, numa área nobre da cidade”, segundo os promotores Carlos Vasconcellos e Cristobal de Castro - presidente da Quantico e managing director da Albatross Capital, respetivamente.

De acordo o comunicado, “apesar de a primeira pedra ter sido agora lançada, já se encontram reservadas e pré-vendidas mais de 50 unidades, o que demonstra a enorme aceitação do projeto por parte das famílias e investidores”.

O empreendimento Antas Atrium representa um investimento total de 240 milhões de euros e tem como objetivo colocar no mercado de habitação da cidade invicta um total de 1.100 casas novas destinadas à classe média, a famílias portuguesas e estrangeiras que procuram “uma oferta de enorme qualidade, a preços equilibrados”, tal como referia Carlos Vasconcellos, apontando o preço médio na ordem dos 3.500 euros/m2, numa entrevista ao idealista/news, em julho passado.

Condomínio privado a preços acessíveis

Sobre o projeto residencial o promotor destaca assim o facto de criar “um novo conceito de luxo, ao conseguir uma excelente relação qualidade, localização, preço, aliando uma arquitetura e um design modernos a enormes espaços verdes e zonas de lazer como piscina, ginásio, parque infantil, horta biológica, parque de bicicletas e espaço wellness”.

Evidentes são também as “grandes preocupações de sustentabilidade, eficiência energética e reaproveitamento de águas” do Antas Atrium, que tem a assinatura do gabinete de arquitetura OODA e será construído pela Casais, reconhecida pelos seus processos inovadores e preocupações ambientais.

De destaca que a Albatross-Quantico tem atualmente cerca de 900 milhões de euros sob gestão, em vários tipos de projetos e fundos imobiliários.