Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

JPMorgan paga multa de 9,5 mil milhões por más práticas no crédito à habitação

Autor: Redação

O banco JPMorgan Chase e o Departamento de Justiça norte-americano chegaram a um acordo de princípio sobre uma multa de 13 mil milhões de dólares (9,5 mil milhões de euros) que a entidade deve por más práticas hipotecárias. Confirmando-se, será o maior acordo entre o Governo dos EUA e uma entidade.

De acordo com o Jornal de Negócios, que cita o Wall Street Journal, na sexta-feira, o JP Morgan já tinha pago quatro mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros), no âmbito de um acordo relativo a um processo de venda de ativos imobiliários sobrevalorizados a empresas estatais de crédito à habitação, a Fannie Mae e a Freddie Mac, que se revela agora apenas uma parte do acordo com as autoridades de Washington.

Certo é que a multa em causa não isenta o banco nova-iorquino de potenciais encargos criminais pela venda de produtos financeiros suportados por hipotecas e cujo alto risco provocou o estouro da bolha imobiliária, referiu o canal de informação financeira CNBC.

Até agora, o valor admitido pelo JPMorgan – de multa a pagar – era de cerca de 11 mil milhões de dólares (cerca de oito mil milhões de euros), mas o montante terá, entretanto, subido.