Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Grupo Amorim abre a primeira loja da Dolce & Gabanna em Portugal em plena pandemia

A loja na Avenida da Liberdade tem 170 m2 com porta de entrada para a rua e cumpre os critérios definidos pelo Governo para a 1ª fase de desconfinamento.

Photo by NeONBRAND on Unsplash
Photo by NeONBRAND on Unsplash
Autor: Redação

A marca de luxo italiana Dolce & Gabanna acabou de aterrar em território nacional, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Apesar da pandemia do novo coronavírus, o grupo Amorim Luxury, que explora as marcas de luxo JNcQUOI, Ladurée, Gucci e Fashion Clinic, decidiu manter os seus planos de investimento, e abrir portas agora que o Estado de Emergência foi levantado.

A loja tem 170 metros quadrados (m2), com porta de entrada para a rua e, portanto, cumpre os critérios definidos pelo Governo para a primeira fase de desconfinamento do país, que se fará, de resto, em três etapas. Miguel Guedes de Sousa, CEO do grupo, que é presidido pela sua mulher, Paula Amorim, adianta, além disso, ao Jornal de Negócios, que a loja cumpre “as recomendações da DGS (Direção Geral da Saúde) e as melhores práticas internacionais do retalho de luxo” em termos de condições sanitárias.

Além do obrigatório uso de máscaras e desinfeção das mãos à entrada do estabelecimento, “os provadores são desinfetados após cada utilização e os espaços comuns limpos várias vezes por dia”. A roupa e sapatos experimentados pelos clientes também serão desinfetados ou colocados de quarentena em espaço reservado para esse efeito durante 48 horas.

A reabertura das lojas de moda Fashion Clinic e Gucci, situadas em Lisboa, Porto e Algarve, deverá acontecer em breve, tendo em conta as dimensões dos espaços e as normas e datas estabelecidas pelo Executivo de António Costa.