Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Seguradora

Últimas notícias sobre "Seguradora" publicadas em idealista.pt/news

Fidelidade está a vender cinco imóveis por 130 milhões (incluindo a sede)

A seguradora Fidelidade quer vender um portefólio composto por cinco imóveis, distribuídos entre Lisboa e Porto, até ao final do ano – entre eles está a sede, no Calhariz, localizada no Chiado.

Notícia sobre:

Apollo “fintou” o Fisco (com isenção de IMT de 25 milhões) na compra de casas da Fidelidade

As empresas subsidiárias da Apollo criadas para adquirir os mais de 270 imóveis vendidos pela Fidelidade tiveram um benefício fiscal superior a 25 milhões de euros nestas operações, por terem ficado isentas do pagamento do IMT. 

Notícia sobre:

Fidelidade vende 2.085 imóveis por 425 milhões a quatro empresas com capital social de 100 euros

A seguradora Fidelidade vendeu 2.085 frações residenciais a quatro sociedades por quotas, de responsabilidade limitada, com um capital de 100 euros cada. Segundo a informação que consta no Portal da Justiça, as quatro empresas que se propõem a pagar 425 milhões de euros pelo vasto património imobiliário foram criadas na Madeira, tendo as sedes sido transferidas recentemente para Lisboa.

Notícia sobre:

Imóveis e reestruturação dão perdas de 42 millhões à nova Tranquilidade

O primeiro ano de vida da Seguradora Unidas – resultou da fusão da Açoreana, T-Vida e Logo na Tranquilidadade – fica marcado por um prejuízo de 41,7 milhões de euros. Para este cenário negativo contribuíram os custos da reestruturação de que a seguradora foi alvo, mas também as menos-valias no imobiliário.

Notícia sobre:

Fidelidade quer pôr travão no imobiliário, depois de ter investido 80 milhões

A Fidelidade investiu muito no mercado imobiliário. Foram cerca de 80 milhões de euros só no ano passado. Mas o cenário está prestes a mudar. A seguradora quer reduzir a sua exposição ao imobiliário, justificando a venda do património com o aperto das regras europeias.

Notícia sobre:

Inquilinos querem comprar prédios à Fidelidade

As cartas de despejo da Fidelidade fizeram soar o alarme entre os vários inquilinos da seguradora que, depois do alerta, se decidiram juntar para comprar as casas onde vivem. Exemplo disso são os moradores dos números 54 e 42 da Rua do Forno do Tijolo, em Lisboa, que já fizeram seguir duas propostas para aquisição dos prédios onde moram há vários anos.

Notícia sobre:

Fidelidade suspende cartas de despejo e repensa estratégia habitacional

A Fidelidade prometeu ao Governo rever a sua estratégia habitacional. A garantia foi dada pela secretária de Estado da Habitação, Ana Pinho, que se mostra “muito confiante” com a reavaliação dos despejos por parte da seguradora que deverá, ainda este mês, dar uma resposta.

Notícia sobre:

Fidelidade quer entrar no programa de rendas acessíveis

A Fidelidade está a alienar vários ativos imobiliários – mais concretamente um terço do seu património. No entanto, a seguradora mostra-se disponível para investir no mercado de arrendamento urbano, nomeadamente no Programa de Arrendamento Acessível, se houver incentivos.

Notícia sobre:

Venda dos prédios da Fidelidade é “uma bomba-relógio”, diz Helena Roseta

A Fidelidade anunciou a intenção de querer vender vários imóveis em bloco, em Lisboa. Um cenário que está a preocupar a deputada e presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, Helena Roseta, para quem o negócio é uma “bomba relógio”.

Notícia sobre:

Fidelidade quer reforçar solidez com venda de 277 imóveis

A Fidelidade acaba de lançar uma oferta de venda de imóveis. A seguradora, que está a mudar a política de investimento imobiliário, está a desfazer-se de 277 ativos – dos quais 51% se localizam em Lisboa e 12% no Porto. Os restantes estão espalhados um pouco por todo o país, incluindo os arquipélagos dos Açores e Madeira. O objetivo passar por reforçar o seu nível de solidez e reconfigurar o perfil do seu património imobiliário, apostando sobretudo em edifícios emblemáticos e de maior dimensão.

Notícia sobre: