Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

depois do crédito à habitação, o crédito ao arrendamento

prazo para pagar varia entre os 6 meses e 7 anos, mas a taegchega aos 14,2%
Autor: Redação

os bancos estão a financiar o arrendamento de casas oferecendo produtos a juros que ultrapassam os 14%. o objectivo é disponibilizar liquidez para fazer face às despesas iniciais do arrendamento, mas a associação para a defesa do consumidor (deco) já veio alertar para o incentivo ao endividamento.a primeira oferta surgiu há cinco meses pelo active bank

de acordo com a tsf, que cita o jornal de negócios, o crédito, com verbas entre os mil e 10 mil euros, pode ser usado para mudar de casa e comprar móveis ou eletrodomésticos

o prazo para pagar varia entre os 6 meses e 7 anos, mas a taeg, a taxa anual efetiva, chega aos 14,2%

outra oferta é a do banco popular, lançada no mês passado, com uma taxa de juro mais baixa e com prazos entre 1 e 2 anos, para um crédito até aos 5 mil euros

a banca tenta assim, virar-se para o mercado do arrendamento, já que a compra de casa continua em queda

em declarações ao jornal de negócios, a deco avisa que estes produtos são um incentivo ao endividamento, lembrando que se as pessoas não têm dinheiro para pagar a renda, dificilmente vão conseguir pagar a renda e o empréstimo