Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prestação da casa desce após corte de juros do BCE

Mensalidade a pagar ao banco deve continuar a descer, mas por pouco tempo.
Autor: Redação

Contrariando todas as expectativas, o Banco Central Europeu (BCE) decidiu, esta quinta-feira (dia 7), baixar a taxa de juro de referência para um novo mínimo histórico (0,25%). Uma decisão que terá impacto na prestação da casa já a partir do próximo mês, pelo que os portugueses vão sentir uma ligeira diferença na mensalidade a pagar ao banco.

Segundo as contas do Jornal de Negócios, um empréstimo de 100 mil euros, com um spread de 0,7%, indexado à taxa Euribor a três meses, beneficiará de uma redução na prestação de 50 cêntimos (de 318,25 euros para 317,75 euros).

Citada pela publicação, Paula Gonçalves, economista-chefe do BPI, frisou, no entanto, que os bancos não têm muito mais margem para baixar o valor a pagar pela casa. “As taxas já estão em mínimos históricos, pelo que o espaço de acomodação é limitado”, frisou.

Notícia relacionada

BCE baixa taxa de juro para 0,25%, um novo mínimo histórico