Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Bancos recusam 78% dos pedidos de revisão de crédito à habitação

Autor: Redação

Quase 80% dos pedidos de acesso ao Regime Extraordinário de acesso ao crédito à habitação que chegaram a 20 bancos – entre 10 de novembro de 2012 e finais de 2013- foram recusados pelas instituições financeiras. Segundo dados do segundo relatório da comissão de acompanhamento do Banco de Portugal (BdP) ao já referido Regime Extraordinário, houve 1.830 pedidos de acesso no ano passado, mas 78% foram indeferidos, o equivalente a cerca de 1.468 contratos.

De acordo com o público, que se apoia nos dados ainda preliminares do relatório do BdP, apresentados terça-feira (dia 18) aos deputados do grupo de trabalho sobre o crédito à habitação, a falta depreenchimento das condições de acesso legalmente previstas” levou a que muitos requerimentos fossem rejeitados. 

Citada pelo publicação, Lúcia Leitão, diretora do departamento de supervisão comportamental do BdP, adiantou que dos 271 processos concluídos (sendo que 90 estavam ainda em avaliação no final de 2013), “cerca de 60% conduziram à celebração do acordo”. E em cinco situações foi possível uma “liquidação integral da dívida”. 

Sublinhe-se que a legislação que regula os contratos de crédito à habitação criou um Regime Extraordinário que visa favorecer a renegociação do crédito à habitação para as famílias com dificuldades, mas o mesmo só vai vigorar até final de 2015.