Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Investir em imobiliário? Jackpot de milhões sai em Portugal

O Prata Living Concept promete "revolucionar Lisboa" / RPBW (Renzo Piano Building Workshop)
O Prata Living Concept promete "revolucionar Lisboa" / RPBW (Renzo Piano Building Workshop)
Autor: Redação

Milhões e mais milhões… de euros. O investimento imobiliário realizado em Portugal está ao rubro, o que não deixa de ser um bom sinal. Estão a nascer ou a renascer vários projetos residenciais no país, sobretudo em Lisboa e no Porto, e os estrangeiros teimam em apostar no setor. Como disse ao idealista/news Hugo Santos Ferreira, secretário-geral da Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), “Portugal é um país de primeira linha de investimento”.

Se dúvidas houvesse, foram dissipadas em 2017. O ano arrancou com uma informação dada por Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e Imobiliário (CPCI), que revelou que o ano de 2016 fechou com um investimento de 18,1 mil milhões de euros resultantes de transações imobiliárias, 4.000 milhões dos quais “via” cidadãos estrangeiros. 

São vários os exemplos de projetos imobiliários avaliados em largos milhões de euros que foram sendo noticia ao longo do ano. Uma das zonas que mais interesse desperta parece ser a frente ribeirinha de Lisboa, que viu nascer, por exemplo, o terminal de cruzeiros. É precisamente junto ao rio Tejo que está a ganhar vida o maior empreendimento em construção na cidade. Já foram investidos mais de 70 milhões de euros no Prata Living Concept, que quer ser o novo bairro de Lisboa e ligar o Parque das Nações ao Terreiro do Paço.

Lisboa e Porto ganham nova vida

Mas há (muito) mais empreendimentos residenciais na calha ou inaugurados este ano. Vamos tentar ser breves. Antes, uma nota: até o Banco de Portugal está a investir em imóveis de luxo, tendo comprado dois no Chiado, no coração da capital. Voltamos agora um pouco atrás para dar conta de alguns projetos que estão a nascer ou que vão nascer na cidade: o Graça Residences, a Infinity Tower, o Parque dos Cisnes, o Belas Clube de Campo e o emblemático edifício do Diário de Notícias.

Pelo meio dar conta da existência de um milionário francês que está “apaixonado” por Portugal. Chama-se Claude Berda e é um dos homens mais ricos de França. Primeiro escrevemos que queria investir 450 milhões em solo nacional e depois noticiámos que já tinha investido mais de 500 milhões

Também no Porto estão a ser investidos milhões no setor imobiliário. Falamos, entre outros projetos, do Bonjardim City Block, que tem uma área bruta de construção aprovada de 28.488 m2 acima do solo. De referir anda o interesse de ingleses e sauditas na cidade Invicta: em causa está um investimento de 100 milhões de euros num projeto imobiliário em Paranhos. 

Por falar em investimento estrangeiro, importa referir que os turcos têm 300 milhões para gastar em Portugal e que um grupo israelita investiu sete milhões na construção de 50 casas de luxo em Espinho. E mais: vai nascer um projeto imobiliário em Grândola que custará 200 milhões de euros.

Também os espanhóis estão de olho no imobiliário nacional, como podes ver neste link. Uma das entidades interessadas no produto português é o Andabank España. Outra das nacionalidades atenta ao mercado imobiliário nacional é a irlandesa. Os irlandeses consideram que os preços praticados no país são ainda relativamente acessíveis face aos praticados noutros países.