Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

banco de portugal chumba banif e dá trabalho de casa a outros bancos

carlos costa, governador do banco de portugal
Autor: Redação

dos oito grupos bancários analisados pelo banco de portugal (bdp) nos testes de resistência conhecidos como “testes de stress”, apenas dois utilizam metodologiasclaramente adequadas”, e um não escapou ao chumbo. a instituição liderada por carlos costa divulgou esta quinta-feira os resultados da terceira fase do programa especial de inspeções ao sistema financeiro e muitos bancos vão ter de fazer trabalhos de casa para terem luz verde do regulador

segundo a agência financeira, na última fase deste programa, o banco de portugal avaliou as “metodologias e os parâmetros” usados nos testes de resistência (stress tests) a que se submeteram os oito maiores bancos a operar em portugal, um programa que foi levado a cabo no âmbito da assistência financeira externa prestada ao país

o resultado desta terceira fase levou à divisão em quatro grupos dos oito bancos analisados pelo banco de portugal (bcp, bpi, cgd, holding bes, santander totta, montepio geral, banif e crédito agrícola)

para o bdp, apenas duas instituições utilizaram “parâmetros e metodologias claramente adequados” - o espírito santo financial group e o santander totta

já o bcp conseguiu a segunda classificação (“adequados”) e os outros quatro bancos (bpi, cgd, montepio e crédito agrícola) receberam uma classificação inferior pelo regulador por utilizarem métodos “adequados na generalidade dos aspetos analisados, embora com necessidade de introdução de melhorias em áreas pontuais

o banco de portugal diz ainda que há um banco que deve introduzirmelhorias num conjunto de áreas específicas para que os parâmetros e metodologias utilizados possam ser considerados adequados”, o que, de acordo com a agência financeira, implica que esta entidade bancária terá ainda de apresentar um plano de melhorias para poder merecer uma classificação positiva por parte do regulador. este banco é o banif