Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Santander Totta

Últimas notícias sobre "Santander Totta" publicadas em idealista.pt/news

Santander entra na corrida dos baixos spreads, mas oferta de 1% apenas para alguns clientes

A guerra de spreads no crédito à habitação continua ao rubro. De uma forma ou outra, os bancos vão baixando as margens cobradas nos empréstimos para a compra de casa. Agora foi a vez do Santander Totta anunciar que vai ter um spread mínimo de 1%, igualando a oferta à do espanhol Bankinter - que tem a proposta mais barata do mercado. Mas neste caso o spread mais baixo não é para todos.

Notícia sobre:

Lei de Bases da Habitação vai levar a "spreads muitíssimo mais altos e menos crédito"

"Se a Lei de Bases da Habitação avançar, vai acabar com o mercado de crédito à habitação”. Esta é a convicção do presidente do Santander Totta, Pedro Castro e Almeida.

Notícia sobre:

Guerra de spreads aquece: Santander contra-ataca com taxa mais baixa dos grandes bancos

O Santander Totta protagoniza o último movimento na guerra de spreads que se vive no mercado de crédito à habitação em Portugal. A instituição de base espanhola oferece agora a taxa mais baixa entre os cinco grandes bancos.

Notícia sobre:

Bancos estão a cobrar AIMI a contratos de leasing inferiores a 600.000 euros

Há bancos, entre eles a CGD, que estão a cobrar o Adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (AIMI) a clientes de leasing imobiliário cujos imóveis tem um Valor Patrimonial Tributário (VPT) inferior a 600.000 euros, limiar a partir do qual passou a ser aplicado o novo imposto.

Notícia sobre:

IFRRU 2020: Santander recebeu 200 intenções de investimento num montante superior a 414 milhões

O Santander Totta tem em análise 200 intenções de financiamento ao abrigo do programa IFRRU 2020 – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas, num montante superior a 414 milhões de euros.

Notícia sobre:

Santander Totta financia primeiro projeto de reabilitação realizado no âmbito do IFRRU 2020

O primeiro projeto de reabilitação urbana realizado no âmbito do IFRRU 2020 vai ser financiado pelo Santander Totta. Trata-se da reabilitação integral de um edifício localizado na freguesia de Santa Maria Maior, no Funchal (Madeira), que vai custar 645.000 euros e que deverá ficar concluído até junho.

Notícia sobre:

Clientes do Santander impedidos de receber montantes investidos em moedas virtuais

A Deco-Associação de Defesa do Consumidor recebeu várias queixas de clientes do Santander que se viram impedidos de receber nas suas contas os montantes em euros investidos em moedas virtuais. Em causa estão transferências oriundas de plataformas como a Coinbase, que está autorizada, contudo, pelo Banco de Portugal (BdP).

Notícia sobre:

BPI, Novo Banco e Santander estão a emprestar mais para a casa que no ano passado

Comprar casa com acesso a financiamento bancário parece estar, de facto, cada vez mais fácil, já que os bancos estão a mostrar-se mais disponíveis para emprestar dinheiro. É o caso do BPI, do Novo Banco e do Santander Totta, que viram o “stock” de financiamento para a compra de casa aumentar face aos primeiros nove meses do ano passado. A ”guerra dos spreads” também está ao rubro, com o BPI a descer o valor mínimo para 1,5%.

Notícia sobre:

Santander Totta tem 548 milhões para financiar projetos de reabilitação urbana

O banco Santander Totta anunciou que tem 548 milhões de euros disponíveis para o financiamento de projetos de reabilitação e revitalização urbana, ao abrigo do programa Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas (IFRRU 2020). Deste montante, 293 milhões de euros são fundos do Santander Totta e 255 milhões pertencem ao IFRRU 2020.

Notícia sobre:

Altamira pede luz ver à AdC para comprar negócio imobiliário do ex-Banif

É o passo final que falta dar para que se concretize a compra do negócio imobiliário do antigo Banif em Portugal pela Altamira: luz verde da operação pelos reguladores. E a Autoridade da Concorrência acaba de ser notificada pela Proteus - sociedade dependente do banco Santander e do fundo Apollo - da sua intenção em ficar com a Gestão de Créditos e Ativos Imobiliários da Oitante. Depois disso, falta o "sim" da CMVM e do Banco de Portugal.

Notícia sobre: