Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

imi: avaliador contratado pelas finanças é suspeito de fugir ao fisco

avaliação geral de imóveis estará concluída em março e não no final do ano, como previsto
Autor: Redação

as finanças contrataram para "avaliador do imposto municipal sobre imóveis (imi)” um arquitecto e promotor imobiliário de bragança suspeito de fuga ao fisco na transacção de imóveis, que se encontra em contencioso judicial com a administração fiscal por uma alegada dívida de 238 mil euros. o profissional em causa, manuel gonçalves, responde solidariamente, enquanto sócio-gerente da firma "lello e louçano", pelo valor reclamado pelo serviço de finanças de bragança de imposto relativo a negócios de imóveis, nos anos de 2003 e 2004, alegadamente escriturados por valor inferior ao da venda

em declarações à agência lusa, o responsável confirmou a existência do processo e revelou que teve de dar como garantia às finanças "três prédios" para evitar a execução fiscal. ainda assim, o promotor considera que não há "qualquer incompatibilidade" com as funções de perito "até haver uma decisão judicial", até porque, assegurou, "formalmente" nada deve

de acordo com o jornal de notícias, que se apoia na agência lusa, o mesmo serviço de finanças passou a manuel gonçalves, no início do mês, uma certidão de que "tem a sua situação tributária regularizada" e que "não é devedor perante a fazenda pública de quaisquer impostos ou prestações tributárias e respectivos juros”