Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

De fábricas a igrejas: a “febre” de transformar edifícios (de todo o tipo) em casas incríveis

Dar novos usos a edifícios é tendência e há cada vez mais projetos a transformá-los em casas.

Maarten Willemstein
Maarten Willemstein
Autor: Redação

Fábricas, armazéns, ginásios, quartéis de bombeiros e até igrejas. São cada vez mais os projetos que dão uma segunda oportunidade a este tipo de edifícios, transformando-os em algo que não eram: casas. Ou se quisermos, autênticas obras de arte de design de interiores. A galeria de hoje é por isso indicada para os amantes de grandes mudanças. O idealista/news decidiu reunir alguns exemplos de imóveis que, numa outra vida, foram tudo menos uma casa.

Um antigo ginásio

Este antigo pavilhão desportivo no centro de Amesterdão (Holanda) foi transformado num apartamento espaçoso, acolhedor e de grandes dimensões, com uma abordagem industrial caracterizada pelo aço pintado de preto, mas repleto de detalhes em madeira. O estúdio Robbert De Goede batizou-o de "The Gymnasium".

The Singular Space
The Singular Space

A antiga sede de um banco

O edifício que antes albergava uma instituição bancária foi transformado numa habitação com 700 m2, e tem duas portas blindadas e paredes de 45 a 60 cm de espessura. Fica na pequena cidade de Winnsboro, Louisiana (EUA).

Sean Sullivan/Arklatex 3D
Sean Sullivan/Arklatex 3D

Uma estação de comboios

Viver numa antiga estação de comboio com as respetivas carruagens convertidas em habitação pode ser a melhor maneira de escapar da cidade em tempos de pandemia, pelo menos, na Grã-Bretanha. 

Nick Tart
Nick Tart
Uma antiga fábrica industrial

A transformação de antigas fábricas e/ou escritórios em elegantes projetos residenciais está na ordem do dia um pouco por todo o mundo. É o caso, por exemplo, desta profunda reabilitação levada a cabo na Holanda, onde uma fábrica industrial ganhou uma “segunda vida” como casa de luxo e estúdio para artistas trabalharem. O imóvel está está dividido em dois pisos, albergando no andar térreo o escritório e o estúdio.

Maarten Willemstein
Maarten Willemstein

Um quartel de bombeiros

Atualmente já é possível viver num autêntico corpo de bombeiros, embora, sim, adaptado a um formato residencial, com todas as comodidades do mundo moderno, mas sem perder sua essência. Trata-se de um projeto executado pelo estúdio de arquitetura Tate Harmer, que converteu um quartel com mais de um século num complexo de apartamentos de luxo.

Kilian O'Sullivan|Instagram|London Design Awards
Kilian O'Sullivan|Instagram|London Design Awards
Uma igreja

Uma propriedade localizada em Las Encartaciones (região da Biscaia, em Espanha), que foi reabilitada e convertida numa casa de luxo contemporânea, embora mantenha a essência do que era no passado: uma igreja do início do século XVI que estava praticamente em ruínas até que o seu atual dono decidiu dar-lhe uma nova vida com uma mudança de uso.

The Singular Space
The Singular Space

Base militar

Uma antiga base militar da RAF britânica foi convertida numa casa com mais de 2.000 m2. Conhecido como Gin Head e localizado em North Berwick, Escócia, esta antiga base operou na década de 1940 como um centro de pesquisa secreto e foi fundamental na estratégia e vitória dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

Homesandproperty.co.uk
Homesandproperty.co.uk

Um antigo celeiro

O estúdio de arquitetura Turner Works converteu um dos típicos celeiros do interior de Inglaterra numa bela casa de férias moderna e espaçosa de 275m2 chamada DUT18. O projeto valoriza a forma pura e as qualidades industriais da estrutura do complexo existente com uma intervenção arquitetónica baseada na simplicidade e no minimalismo que se realiza desde a escala do terreno em geral, até aos mais pequenos detalhes.

French + Tye| DUT18 | Turner Works
French + Tye| DUT18 | Turner Works