Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

AECOPS

Últimas notícias sobre "AECOPS" publicadas em idealista.pt/news

Construtoras portuguesas faturaram mais de 5 mil milhões de euros no exterior em 2017

A atividade das empresas de construção portuguesas no mercado internacional aumentou em 2017, invertendo a tendência de declínio verificada nos últimos dois anos. O volume de negócios obtido pelo setor “fora de portas” rondou 5.059 milhões de euros, mais 12% que em 2016.

Notícia sobre:

Associações da construção unem-se e nascerá no Porto em 2019 a... AICCOPN

A Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) e a Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços (AECOPS) vão unir-se, tendo já dado "um primeiro passo no sentido de evoluírem para um modelo de organização associativo assente numa estrutura unitária".

Notícia sobre:

Construção faturou 4,5 mil milhões lá fora, mas está a abrandar o ritmo

Com um volume de negócios no exterior a rondar os 4,5 mil milhões de euros, o setor da construção manteve em 2016 a trajetória descendente iniciada em 2015. Com efeito, este valor traduz uma quebra de 14% face ao ano anterior, altura em que foram faturados 5,2 mil milhões.

Notícia sobre:

Mercado de obras públicas está "em expansão", revela AECOPS

O valor das obras públicas contratadas no primeiro semestre de 2017 cresceu 86% face ao mesmo período do ano passado, tendo atingido 829,5 milhões de euros contra 446,4 milhões de euros registados em 2016. Também os concursos lançados registaram um crescimento homólogo assinalável: de 69% em número, tendo passado de 1.132 para 1.913, e de 88% em valor (735,2 milhões de euros em 2016 para 1.382,2 milhões de euros em 2017).

Notícia sobre:

Obras públicas: ajustes diretos já pesam 35% dos contratos

Os ajustes diretos podem ser usados para a formação de contratos de obras públicas até 150.000 euros. O Governo colocou em discussão pública, no entanto, uma proposta que prevê a redução desses limiares para os 30.000 euros. Segundo a Associação das Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS), os contratos por ajuste direto passaram dos 26% que assumiam em 2013/2014 para os 35% em 2016.

Notícia sobre:

Fundos comunitários e autárquicas prometem impulsionar obras públicas

Os concursos de obras públicas promovidos em 2016 prometem trazer a este segmento “outra pujança” a partir de 2017. Também os fundos comunitários e as eleições autárquicas, que se realizam em outubro, podem impulsionar o setor. No ano passado, 990 donos de obra contrataram empreitadas com um valor médio de 352.000 euros a 3.269 empresas, revela a Associação de Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS).

Notícia sobre:

Travão no crescimento da atividade internacional da construção

O setor da construção obteve em 2015 um volume de negócios no exterior na ordem dos 5,2 mil milhões de euros, menos 7% que no ano anterior, divulgou a Associação de Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS).

Notícia sobre:

Investimento em obras públicas caiu 1,6% face ao primeiro semestre de 2015

No primeiro semestre do ano, o montante de contratos de empreitadas de obras públicas celebrados diminuiu 1,6% em termos homólogos, para os 446,4 milhões de euros. Também o número de donos de obra com contratos de obras públicas decresceu face aos primeiros seis meses do ano passado – 667 em 2016 e 749 em 2015.

Notícia sobre:

Construção: OE2016 impede setor de crescer e reflete desinvestimento em obras públicas

A Associação de Empresas de Construção Obras Públicas e serviços (AECOPS) mostra-se preocupada com “o nível de investimento público previsto no OE2016”, considerando que o mesmo “corresponde a uma má gestão dos apoios comunitários, a menos emprego e a menos rendimento”. “[É] um fator recessivo que pode comprometer a recuperação da economia e travar os primeiros sinais de relançamento do setor da construção”, refere a entidade.

Notícia sobre:

Obras públicas: valor dos contratos celebrados caiu 37% num ano

Em 2015, o valor dos contratos públicos celebrados caiu 37% face a 2014, tendo ficado abaixo dos mil milhões de euros, segundo a Associação de Empresas de Construção Obras Públicas e Serviços (AECOPS). Também os concursos caíram: o valor total no ano passado atingiu os 1.245 milhões de euros, menos 310 milhões (uma queda de 20%) que em 2014.

Notícia sobre: