Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Investigação

Últimas notícias sobre "Investigação" publicadas em idealista.pt/news

Fundação Champalimaud constrói novo centro do cancro do pâncreas em Belém

Será no terreno situado ao lado do atual edifício da Fundação Champalimaud, na zona de Belém, frente ao rio Tejo, em Lisboa, que vai ser construído o novo centro de pesquisa e tratamento do cancro do pâncreas, num investimento de 50 milhões de euros.

Notícia sobre:

Yupido: a empresa portuguesa dos 29 mil milhões está a ser investigada pelas autoridades

A Yupido tornou-se famosa nas redes sociais depois de ter sido avaliada como a empresa de maior capital social em território português. São 29 mil milhões de euros e muitas perguntas sem resposta (ainda). Mas a misteriosa multimilionária, sem registo de vendas ou funcionários, já está a ser investigada por quatro entidades - Ministério Público, CMVM, Ordem dos Revisores Oficiais de Contas e Polícia Judiciária.

Notícia sobre:

Mudança no PDM de Cascais investigada pela PJ por suspeita de beneficiar fundo imobiliário

O Plano Diretor Municipal (PDM) de Cascais foi alterado, em 2014, para acolher um grande projeto imobiliário na zona de Birre. Em causa estava a construção academia da Fundação Aga Khan, que afinal nunca chegou a avançar. Mas a passagem dos terrenos, de qualificação agrícola para urbana, sim que aconteceu. Agora, o caso está a ser investigado pela Unidade Nacional contra a Corrupção da Polícia Judiciária e pelo DIAP de Lisboa.

Notícia sobre:

Imobiliária e contas bancárias de ex-ministro Manuel Pinho investigadas pela Justiça

Manuel Pinho, antigo ministro da Economia do Governo de José Sócrates, foi constituído arguido, sendo suspeito dos crimes de corrupção e tráfico de influências num alegado esquema de favorecimento à EDP. A Justiça quer ver à lupa os movimentos financeiros do ex-governante e da sua mulher, bem como das empresas em que são sócios. Entre elas a sociedade de gestão imobiliária Pilarjardim.

Notícia sobre:

Caixa Geral de Depósitos investigada pela justiça por suspeitas de gestão danosa

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) está a ser alvo de um inquérito por parte do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) por suspeitas de gestão danosa, de acordo com um ofício enviado pelo gabinete da procuradora-geral da República à comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da CGD e à gestão do banco do Estado.

Notícia sobre:

Vistos gold: Ministério Público acusa 11 jornalistas por violação de segredo de justiça

O Ministério Público acusou 11 jornalistas, incluindo diretores e subdiretores, de um jornal e de uma revista, de violarem o segredo de justiça no caso dos vistos gold. Os arguidos foram sujeitos a termo de identidade e residência. Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), ficou indiciado que os arguidos tiveram, de modo não apurado, acesso a informações de atos processuais do inquérito.

Notícia sobre:

Apple também deve dinheiro de impostos a Portugal? Finanças vão investigar

Depois de três anos de investigações, a Comissão Europeia (CE) considera que a Apple beneficiou durante mais de uma década de largas vantagens fiscais ilegais na Irlanda. Bruxelas quer, por isso, obrigar o gigante tecnológico norte-americano a pagar, com efeitos retroativos e juros, todo o dinheiro que evadiu, num total de 13 mil milhões de euros. E Portugal agora está determinado a apurar se empresa da maçã também deve dinheiro de impostos no país e vai avançar com uma investigação local.

Notícia sobre:

Fisco aperta o cerco ao combate à evasão fiscal em restaurantes de todo o país

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) iniciou, dia 15 de lulho, “uma ação de larga escala, em todo o território nacional e regiões autónomas, para avaliar, promover e apoiar o cumprimento voluntário das obrigações declarativas e de pagamento”. Em causa está a “Ação Menu”, que se enquadra no objetivo estratégico de combate à economia paralela e às práticas de fraude e evasão fiscais da AT.

Notícia sobre:

Mota-Engil pagou seis milhões de euros para não ser acusada de fraude fiscal

O grupo Mota-Engil poderá ter beneficiado de uma suspensão provisória de um processo, movido por suspeitas de fraude qualificada, ao pagar mais de seis milhões de euros em impostos em falta. A construtora terá conseguido chegar a acordo para pagar o valor em duas prestações: a primeira, no valor de cerca de 3,1 milhões, deveria ter sido paga em maio enquanto a segunda deverá ser liquidada até final do ano.

Notícia sobre:

Crimes em negócio imobiliário levam Mesquita Machado a ser arguido no “Caso das Convertidas”

O ex-presidente da Câmara Municipal de Braga, Mesquita Machado, foi constituído arguido no âmbito do designado “Caso das Convertidas”, estando indiciado pelos crimes de participação económica em negócio e prevaricação. Em causa está a alegada expropriação por utilidade pública de um conjunto de imóveis adjacentes à Casa das Convertidas, na Avenida Central de Braga, por um valor superior ao que valeriam.

Notícia sobre: