Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Taxa de juros habitação

Últimas notícias sobre "Taxa de juros habitação" publicadas em idealista.pt/news

Crédito à habitação: juros voltam a descer em agosto (estão em queda há 12 meses)

Os bancos parecem estar cada vez mais disponíveis para emprestar dinheiro para a compra de casa. Um cenário que tem ganho força nos últimos meses. Segundo dados revelados pelo INE, a taxa de juro implícita no crédito à habitação diminuiu 0,015% em agosto face a julho, fixando-se em 1,242%. Está em queda há 12 meses.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: famílias ganham mais dois anos de folga orçamental com prestação da casa em mínimos

Perto de 97% dos créditos à habitação em Portugal são calculados tendo em conta a Euribor como indexante. E isto significa boas notícias para as famílias portuguesas. As revisões de setembro quase não terão impacto nas prestações e tudo aponta para que as variações sejam mínimas até 2017.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: taxa de juro em queda livre há 11 meses

A taxa de juro dos contratos de crédito à habitação voltou a descer em julho, passando de 1,275% em junho para 1,257% no último mês, prolongando a tendência decrescente dos últimos 11 meses.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: contratar produtos para baixar spreads pode sair mais caro

A Deco analisou as condições do crédito à habitação dos sete maiores bancos a operar em Portugal e concluiu que, em alguns casos, a subscrição de produtos financeiros para fazer baixar o spread do financiamento – o chamado “cross-selling” – pode ser uma solução mais dispendiosa.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: Euribor vão manter-se negativas até ao próximo ano

O facto das taxas Euribor estarem a tocar mínimos históricos e de atingirem valores negativos – a Euribor a três meses, um dos principais indexantes utilizados no crédito à habitação e às empresas, já está abaixo de 0% - tem dado que falar. As taxas interbancárias devem manter-se em terreno negativo até 2016.

Notícia sobre:

Bancos compensam descida das Euribor com aumento dos spreads

Os bancos compensaram a descida das taxas Euribor verificada nos últimos anos com o aumento da margem retirada ao cliente, ou seja, o spread. Os contratos mais antigos de crédito à habitação têm beneficiado da baixa da componente dos juros e os mais recentes têm sido penalizados com o aumento dos spreads. Se juros e spread pesam agora 25% na despesa com o empréstimo da casa, em 2003 serviam para pagar metade da prestação.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: juros e prestação voltam a descer em fevereiro

A taxa de juro implícita no crédito à habitação manteve, em fevereiro, a tendência decrescente iniciada em agosto do ano passado, fixando-se em 1,325% (menos que os 1,340% verificados em janeiro). Já a prestação média vencida para o conjunto dos empréstimos diminuiu um euro face a janeiro, fixando-se em 241 euros.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: taxa de juro em queda há seis meses

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação voltou a descer em janeiro para 1,340% (foi de 1,384% em dezembro 2014), o que aconteceu pelo sexto mês consecutivo – é o valor mínimo da serie iniciada em janeiro de 2009. Também a prestação média vencida para a globalidade dos contratos diminuiu: neste caso um euro para 242 euros, face ao último mês do ano passado.

Notícia sobre:

Radiografia do dia: Tipo de Taxa de Juro escolhida no crédito à habitação em vários países

Na Holanda não há dúvidas, as pessoas preferem pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa mediante um contrato com uma Taxa de Juro Fixa, sendo que na maioria dos casos os juros não variam durante, pelo menos, os primeiros cinco anos de contrato. Situação bem diferente vive-se em Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha, países onde há uma aposta clara na Taxa de Juro Variável aquando da concessão de crédito à habitação.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: CGD prepara-se para baixar spreads

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi ao mercado financiar-se, tendo colocado mil milhões de euros em obrigações hipotecárias com uma taxa reduzida, o que lhe permitirá ter ofertas de financiamento mais atrativas. As empresas são a grande aposta, mas o crédito à habitação também será apoiado. O objetivo é baixar os spreads aquando da concessão de um empréstimo para a compra de casa.

Notícia sobre: