Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Preços casas

Últimas notícias sobre "Preços casas" publicadas em idealista.pt/news

Pressão imobiliária chega à água – viver em barcos em Londres também já é caro

Os preços das casas (e das rendas) em Londres dispararam ao longo dos últimos anos, levando muitas pessoas a escolher viver em embarcações no rio Tamisa. Mas nem quem vive na àgua já está a salvo.

Notícia sobre:

Lisboa: há duas freguesias onde o preço das casas subiu mais de mil euros por m2 num ano

Lisboa é a campeã dos preços das casas. O preço mediano de venda na capital atingiu os 2.877 euros por metro quadrado (m2) no terceiro trimestre do ano passado, mais 24,3% que no período homólogo. Os preços subiram em todas as freguesias, à exceção do Parque das Nações, mas há dois nomes a destacar-se: nas freguesias de Santo António e Avenidas Novas o preço das casas subiu mais de 1.000 por m2 num ano.

Notícia sobre:

Mudança de ciclo: preço das casas começa a desacelerar a nível mundial... em Lisboa também?

Desde Amesterdão a Paris, Sidney, Madrid ou Lisboa, o custo da habitação nas principais cidades do mundo não deixou de subir nos últimos anos, após a crise financeira mundial que rebentou em 2008. Dez anos depois, os preços das casas registaram um aumento médio de 56%, desde os mínimos. Na capital de Portugal, os preços das casas subiram 4,7% no último ano, mas somam um aumento de 17,9% em cinco anos. E agora o que vai acontecer?

Notícia sobre:
O bairro fica localizado em Madrid, Espanha

Especial LGBTI: Assim é Chueca, o bairro arco-íris onde toda a gente quer fazer vida

Madrid é uma das cidades mais LGBTI-friendly da Europa e do Mundo. E o bairro de Chueca é um dos símbolos do orgulho gay da cidade. De bairro degradado, tornou-se num dos sítios da moda para todos. Viver lá é a vontade de muitos, mas atualmente uma possibilidade para poucos, porque os preços das casas e também dos locais comerciais dispararam.

Notícia sobre:
James Law, o arquiteto responsável pelo projeto

Casas tubo de 9 m2 por 13.000 euros: a solução para a bolha imobiliária

Nos últimos anos, a cidade de Hong Kong conquistou o título de cidade mais cara do mundo – pelo menos para quem ponderava comprar casa. Mas há quem não pare de procurar soluções para o problema. O arquiteto James Law desenhou uma solução que poderia aliviar temporariamente a crise imobiliária que atravessa a cidade. Estamos a falar de microcasas que são tudo menos típicas: tubos de água, em betão, com 9 metros quadrados (m2) e todas as comodidades de uma casa moderna.
Notícia sobre:

Carlos Costa mostra-se preocupado com preços do imobiliário e pede mais diálogo com Governo e INE

Apesar de sempre ter rejeitado o cenário de uma bolha imobiliária em Portugal, o governador do BdP admite estar preocupado com a evolução do preço do imobiliário. Carlos Costa considera que o assunto merece mais atenção e um maior diálogo, tanto com o INE como com o Governo.

Notícia sobre:
Gtres

O retrato (em números) de um país onde a habitação condigna não é para todos

“Persistem em Portugal situações de grave carência habitacional”. Esta é a conclusão do Levantamento Nacional das Necessidades de Realojamento Habitacional, promovido pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). Os números são reveladores: 187 municípios são afetados por carências habitacionais, mais de 14.000 edifícios e 31.000 fogos não têm condições de habitabilidade e mais de 25.000 famílias estão a precisar de ser realojadas.

Notícia sobre:

Preços das casas em Portugal aumentam o dobro da Zona Euro (mapa interativo)

Os preços das casas em Portugal estão a subir mais do que nunca. Os imóveis residenciais ficaram 7,9% mais caros a nível nacional, no primeiro trimestre deste ano face ao homólogo. Ou seja, um valor perto do dobro do aumento registado na zona euro (4,0%) e União Europeia (4,5%), no mesmo período. Depois da República Checa (12,8%), Lituânia (10,2%) e Letónia (10,1%), Portugal é o quarto país onde o mercado imobiliário mais aqueceu, segundo mostram os dados mais recentes do Eurostat.

Notícia sobre:

Luanda volta a ser a cidade mais cara do mundo. E Lisboa está mais barata...

Luanda voltou a ser este ano a cidade mais cara do mundo para expatriados. A capital angolana destronou Hong Kong, que em 2016 tinha superado precisamente Luanda. Já Lisboa desceu três lugares no ranking, ocupando agora a 137ª posição. Em causa está o 23º estudo “Cost of Living” (“Custo de Vida”), divulgado esta quarta-feira (dia 21) pela consultora Mercer.

Notícia sobre: