Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

comprar casa para arrendar ainda é um negócio pouco rentável

na maioria dos casos, a rentabilidade anual líquida não ultrapassa os 3 ou 4%
Autor: Redação

comprar casa com o intuito de a vender é um negócio que atrai alguns investidores, mas não é, no entanto, uma actividade assim tão lucrativa, já que na maioria dos casos a rentabilidade anual líquida não ultrapassa, em média, 3 ou 4%, um valor abaixo do retorno mínimo, que se situa nos 5%. “além de não haver garantias de que o imóvel esteja permanentemente arrendado, o proprietário não consegue, em caso de necessidade, reaver o montante do investimento de um dia para o outro”, alerta a deco – associação portuguesa para a de defesa do consumidor

de acordo com a associação, trata-se de um negócio que tem outras desvantagens, como por exemplo as despesas fixas que o proprietário tem mesmo que tenha a casa desocupada. em causa estão, por exemplo, o pagamento do condomínio, do seguro, do imposto municipal sobre imóveis (imi), das taxas municipais e de eventuais obras de manutenção. aliado a estes factores há que ter em conta, segundo o jornal i, a desvalorização contínua dos imóveis

“as condições sociais e económicas instáveis, a diminuição demográfica, o aumento da carga fiscal e a restrição no acesso ao crédito contribuíram para uma diminuição da procura”, refere a deco, salientando que “os preços de venda diminuíram e que aumentou a pressão sobre o mercado de arrendamento”. segundo a associação, o negócio de comprar casa com o objectivo de a vender só será vantajoso se houver “um trambolhão do mercado”, sendo necessário que os preço dos imóveis em lisboa descer entre os 21 e os 54% e entre os 16 e os 54% no porto