Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

"a recuperação da economia também passa pelo imobiliário", diz luís lima

luís lima, presidente da apemip, da cimlop e da comissão organizadora do sil

a 16ª edição do sil – salão imobiliário de portugal começa amanhã (dia 9) e termina domingo (dia 13), realizando-se na fil, no parque das nações, em lisboa. luís lima, presidente da apemip (associação dos profissionais e empresas de mediação imobiliária de portugal), que assume pela primeira vez a presidência da comissão organizadora do sil, diz que o evento é um “momento importante para dar visibilidade ao sector, interna e externamente, e para debater linhas de força importantes para relançar o imobiliário como uma das locomotivas” da “recuperação económica” do país

em declarações ao idealista news, o responsável adianta que a aposta na internacionalização e na captação de investimento estrangeiro estará bem visível no sil: “[através] da presença de investidores estrangeiros nos momentos previstos para potenciar encontros entre a oferta e a procura, pela realização de uma conferência que tem por tema a internacionalização e pela realização da reunião de outono da confederação da construção e do imobiliário de língua oficial portuguesa (cimlop), encontro que também contempla uma rodada de negócios”

segundo o também presidente da cimlop os visitantes podem encontrar no sil todo o tipo de espaços, comerciais e institucionais, ligados ao imobiliário, acompanhar momentos de debate sobre temas que estão "na ordem do dia do sector, das cidades e das economias e, por estas vias, das populações residentes”, explica

luís lima promete divulgar durante o evento dados rigorosos sobre o “comportamento do mercado imobiliário no segundo trimestre”, mas adianta que “há números que podem ser lidos como indiciadores de que a situação está a mudar”. “o meu discurso tenta ser, se minimamente possível, um discursos pela positiva”, salienta

quando questionado sobre se o futuro do sector passa, além da internacionalização, pela reabilitação e pelo arrendamento, o presidente da comissão organizadora do sil responde de forma clara: “há muito que é consensual que a recuperação da economia também passa pelo imobiliário, nomeadamente por uma reabilitação urbana que dialoga em permanência com o arrendamento urbano. num mercado como o nosso, em que o segmento da compra está a dar lugar (por dificuldade de acesso ao crédito) ao segmento do arrendamento, a tendência é para ‘vender’ a quem investe pensando no arrendamento urbano. este caminho é não só consensual como lógico, sendo desejável que o mercado consiga captar investidores estrangeiros interessados neste seguro e bom negócio”

notícias relacionadas

casas vão a hasta pública com preços entre os 25.000 e os 157.000 euros

mobiliário português aposta nos palop e magreb

intercasa: o melhor do mobiliário português com descontos até 50%

vêm aí três dias de leilões de casas

sil arranca dentro de uma semana com aposta no investimento estrangeiro

Artigo visto em
(idealista news)