Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Empregadores

Últimas notícias sobre "Empregadores" publicadas em idealista.pt/news

Pós lay-off: empresas que façam rescisões têm de voltar a contratar para manterem apoios do estado

As empresas que tenham beneficiado do regime de lay-off simplificado e que aderiram ao incentivo à normalização da atividade empresarial podem avançar com rescisões por mútuo acordo, mas são obrigadas a fazer novas contratações no prazo de 30 dias para repor o nível de emprego. Isto se quiserem continuar a receber o apoio de 1.270 euros por trabalhador.

Notícia sobre:

Lay-off: empresas têm “ luz verde” para fazerem rescisões por mútuo acordo

As empresas que estiveram abrangidas pelo regime de lay-off simplificado, no âmbito da pandemia da Covid-19, podem fazer rescisões por mútuo acordo, apesar de estarem impedidas de fazerem despedimentos coletivos. A medida aplica-se aos novos apoios, nomeadamente ao sucessor do lay-off.

Notícia sobre:

Lay-off por mais de 30 dias mesmo sem completar um mês civil dá direito a complemento de apoio

Os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, por causa da Covid-19, mas sem completar um mês civil, também vão receber o complemento de estabilização. O Governo já anunciou que vai alterar a lei nesse sentido. O apoio aplica-se aos trabalhadores com um salário base até 1.270 euros que tiveram perda de rendimento, e varia entre os 100 euros e os 351 euros.

Notícia sobre:

Pandemia pôs mais de um milhão de portugueses a trabalhar em casa

A pandemia fez disparar o trabalho remoto. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), no segundo trimestre de 2020, o número de teletrabalhadores em Portugal cresceu 23,1% para mais de um milhão de pessoas. O gabinete de estatísticas apurou ainda que, em casa ou fora de casa, os portugueses trabalharam quase o mesmo número de horas.

Notícia sobre:

Pós lay-off: empresas podem pedir incentivo à normalização a partir de hoje

As empresas que tenham beneficiado do regime de lay-off simplificado e que tenham condições para retomar a sua atividade podem, a partir desta terça-feira (4 de agosto de 2020, apresentar o requerimento para acesso ao incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial. O requerimento deve ser feito através do portal online do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Notícia sobre:

Sócios gerentes e microempresas vão ter mais apoios para superar a crise do coronavírus

O Governo vai aprovar esta quinta-feira, 7 de maio, em Conselho de Ministros, novas medidas de apoio para sócios-gerentes com empregados e trabalhadores independentes que descontaram menos de um ano.

Notícia sobre:

Empresas que aderiram ao lay-off começam a receber os apoios a partir de hoje

As empresas mais afetadas pela pandemia do novo coronavírus, e que entregaram o pedido de adesão ao regime de lay-off simplificado até 10 de abril, começam esta sexta-feira (24 e abril) a receber os apoios da Segurança Social para cobrir parte dos salários.

Notícia sobre:

Como aumentar a liquidez das empresas e aliviar a pressão nas tesourarias

O Governo lançou um pacote de medidas de apoio às empresas para ajudar a enfrentar os desafios e impacto da pandemia do novo coronavírus nos negócios, e assim aliviar a pressão nas tesourarias. Já foi alargada, de resto, a linha de crédito disponível a todos os setores de atividade. Ainda assim, e porque todas as ajudas são poucas, há outras coisas que as empresas podem fazer para aumentar, ou pelo menos tentar equilibrar, a sua liquidez.

Notícia sobre:

Comunicar desde casa: cuidados extra para evitar comprometer a segurança

As casas de muitos trabalhadores transformaram-se, por estes dias, nos escritórios de várias empresas. Desde que foi decretado o estado de emergência no país, por causa do coronavírus, e recomendado o confinamento, que as reuniões passaram a ser feitas à distância, através de várias plataformas de videoconferência. E estas ferramentas de contacto remoto servem também para comunicar com familiares e amigos. Mas é preciso ter cuidados redobrados, nesta altura, e evitar comprometer a nossa segurança (e a de quem vive connosco).

Notícia sobre:

Pagamento do subsídio de refeição é para manter em teletrabalho, garante o Governo

Os trabalhadores em regime de teletrabalho mantêm os mesmos direitos e deveres dos demais trabalhadores, o que quer dizer que não há lugar a qualquer perda do subsídio de alimentação, segundo o gabinete da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, veio desfazer as dúvidas.

Notícia sobre: