Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prego a fundo na construção nova: SOLYD avança com mais projetos imobiliários

Promotora imobiliária está a apostar forte em Portugal, sobretudo nos arredores de Lisboa. Já investiu 760 milhões de euros no país.

Promotora imobiliária SOLYD está a apostar forte em Portugal
Sónia Santos, Marketing & Sales Manager da SOLYD | Projeto Miraflores Park / Créditos: idealista/news | SOLYD Property Developers
Autores: @Frederico Gonçalves, Luis Manzano

A SOLYD Property Developers é uma das promotoras imobiliárias mais ativas no mercado residencial nacional. E mesmo em tempos de pandemia não tirou o pé do acelerador. A aposta tem passado sobretudo por empreendimentos de construção nova em Lisboa, como por exemplo o projeto Altear, e pela oferta de casas para a classe média/média alta, com os portugueses em destaque. E há novidades à vista. Prometendo mais detalhes para breve, Sónia Santos, Marketing & Sales Manager da SOLYD, revela ao idealista/news que será apresentado num futuro próximo um novo projeto em Miraflores, às portas da capital. “São cinco edifícios residenciais mais um edifício de escritórios”, conta.

Sobre este novo empreendimento, a responsável adianta – a conversa realizou-se durante o Salão Imobiliário de Portugal (SIL) 2021 – que ainda não tem nome e que tal como outros projetos da empresa irá avançar de forma gradual: “Vamos lançar brevemente o primeiro edifício residencial e depois vamos lançando também faseadamente os outros edifícios. Vamos fazer um evento de lançamento em breve, ou seja, vamos revelar o projeto em breve, com o primeiro edifício também a ser lançado”. 

Trata-se, de resto, de um projeto de construção nova que visa dar resposta à procura que a promotora diz estar a sentir no segmento residencial médio/médio alto. 

Miraflores Park vai nascer em Miraflores, às portas de Lisboa
Miraflores Park / SOLYD Property Developers

É também em Miraflores que está a nascer outro projeto residencial com o cunho da SOLYD: o Miraflores Park (são 34 apartamentos). “Foi lançado no início deste ano, numa fase ainda pandémica, e está a correr bastante bem”, comenta Sónia Santos, ressalvando que se trata de um edifício de reabilitação. “É, no fundo, uma conversão de um edifício de escritórios para um edifício de habitação, e tem tido uma recetividade muito boa no mercado, sendo que está praticamente metade vendido”. 

Sobre o Villa Unika, um condomínio premium que terá 16 apartamentos muito exclusivos localizados no Monte Estoril, junto à Avenida Marginal, “está em fase de construção e venda”. “A conclusão está prevista para o final de 2022 e há portugueses interessados, mas também vários clientes internacionais, como por exemplo brasileiros e norte-americanos”, revela.   

Villa Unika terá 16 apartamentos e encontra-se no Monte Estoril
Villa Unika / SOLYD Property Developers

Novidades para breve também no projeto Altear

Relativamente ao projeto Altear, situado na Alta de Lisboa e iniciado em 2019 – serão, ao todo, 10 edifícios residenciais –, Sónia Santos lembra que já foram lançados seis edifícios e que os restantes quatro vão ser lançados brevemente. “Dois edifícios ficam concluídos em breve, até final do ano, que são os do Lago Altear. Depois lançámos o Life, o Vista e o Parque, no final do ano passado, também em plena pandemia, em que a taxa de colocação é alta, entre 80 a 90% estão vendidos. E mais recentemente, no início deste ano, lançámos o Panorama Altear, que também já está com uma taxa de colocação de cerca de metade. Falta lançar quatro edifícios, que vamos lançando progressivamente ao longo do tempo, sendo que este ano devemos lançar um”. 

Na calha está ainda um projeto imobiliário em Setúbal, onde vai nascer um empreendimento com 92 apartamentos com vistas magníficas sobre a Península de Troia, conforme já noticiou o idealista/news. Salientando que ainda não tem muita informação para dar sobre o mesmo, a responsável comenta que deverá ser lançado no início de 2022. Paralelamente, não fecha a porta ao investimento noutras zonas do país: “Estamos a olhar para outras localizações, também periféricas, como é o caso da Alta de Lisboa e de Miraflores, e estamos sempre abertos a olhar para novas oportunidades noutras localizações de Portugal”. 

Panorama Altear integra o projetp Altear, na Alta de Lisboa
Panorama Altear / SOLYD Property Developers

Investidos 760 milhões em seis anos

Até à data, revela Sónia Santos, a SOLYD já investiu cerca de 760 milhões de euros nos vários projetos que tem andamento em Portugal. Isto em apenas seis anos. “São cerca de 30 projetos, pelo que já é um volume bastante razoável”. 

“Sobre o investimento futuro, não temos um número ainda definido, vai depender das oportunidades que surgirem, mas o nosso plano, obviamente em conjunto com o fundo de investimento – a SOLYD nasceu em 2015, combinado o conhecimento do mercado português da Estoril Capital Partners com os recursos e a experiência a nível mundial do European Principal Group da Oaktree Capital Management –, é continuar a apostar em Portugal, nomeadamente nestes projetos em grande escala”, assegura. 

De uma coisa a responsável diz não ter dúvidas: o facto da SOLYD ser, atualmente, “um dos principais players do mercado”. “Está a ser um agente de referência na promoção imobiliária nacional, pelo produto que oferece e pela qualidade que imprime nos projetos”.