Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Hasta pública

Últimas notícias sobre "Hasta pública" publicadas em idealista.pt/news

Terrenos da Feira Popular de Lisboa comprados pela Fidelidade por mais de 200 milhões

A Câmara de Lisboa conseguiu, finalmente, fechar o processo de venda dos terrenos da antiga Feira Popular. A hasta pública, realizada esta quarta-feira de manhã foi bastante renhida e acabou com êxito, tendo como vencedor a Fidelidade Properties. A empresa pagou cerca de 274 milhões de euros de euros pelos lotes onde vai construir a sua sede.

Notícia sobre:

Será desta? CML volta hoje a tentar vender terrenos da Feira Popular de Lisboa

Após vários adiamentos da hasta pública e tentativas de venda falhadas, é a quarta vez que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) procura hoje - dia 12 de dezembro de 2018 -  alienar duas parcelas e dois lotes de terreno da antiga Feira Popular, na zona de Entrecampos. Em cima da mesa, há propostas das empresas Fidelidade Property Europe, SA., Dragon Method, SA., e MPEP – Properties Escritórios Portugal, SA..

Notícia sobre:

Hasta pública dos terrenos da antiga Feira Popular (outra vez) adiada para 12 de dezembro

A terceira tentativa de venda dos terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa, em Entrecampos, não se realizou, tendo a hasta pública em causa sido novamente adiada: estava prevista para ontem, dia 3 de dezembro de 2018, e foi agora agendada para dia 12. A CML tem em mãos três propostas. 

Notícia sobre:

Nova "mini-cidade" em Entrecampos em risco e hasta pública volta a falhar

Está enguiçada a tentativa da Câmara de Lisboa de vender os terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa. A hasta pública para a chamada Operação Integrada de Entrecampos, que estava agendada para esta sexta-feira depois de um primeiro adiamento, voltou a ser remarcada, devendo realizar-se dia 3 de dezembro. Em causa estão novas dúvidas levantadas pelo Ministério Público.

Notícia sobre:
Este imóvel no Porto, na Rua Anselmo Braancamp 540-544, vai a hasta pública por 136.000 euros / Google Maps

Apartamentos, lojas, terrenos e moradias... Os 35 imóveis que o Estado vende esta semana

A Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF) vai levar a hasta pública na quinta-feira (dia 8 de novembro de 2018) 35 imóveis – 34 no continente e um na Madeira –, entre apartamentos, lojas, terrenos e moradias. O valor base de licitação ronda os quatro milhões de euros. Os imóveis, propriedade do Estado e de institutos públicos, serão vendidos no “estado em que atualmente se encontram”, refere a DGTF. 

Notícia sobre:

Edifício Golden Gate, no centro do Funchal, hoje em hasta pública

O edifício Golden Gate, no centro do Funchal (Madeira), pode ser hoje arrematado, por um valor base de licitação de 12,6 milhões de euros. O prazo para venda do imóvel público terminou na semana passada sem que qualquer interessado tivesse formalizado uma oferta junto do Governo Regional.

Notícia sobre:

Lisboa: terrenos de Entrecampos vão a hasta pública por 188,4 milhões

A CML vai tentar vender outra vez, em hasta pública, duas parcelas de terreno e dois lotes na zona de Entrecampos, com um valor base de licitação de 188,4 milhões de euros. Da última vez que tentou sem êxito alienar os terrenos da antiga Feira Popular, em 2015, estipulou um valor base de 135,7 milhões de euros.

Notícia sobre:

Lisboa: terrenos da antiga Feira Popular poderão ser vendidos em lotes

Desde 2015 que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) está a tentar alienar os terrenos da antiga Feira Popular. A tarefa de encontrar comprador não está fácil, e a Câmara está a ponderar nova solução. O objetivo agora é o de tentar vender o terreno por lotes, ao invés de lançar nova hasta pública por todo o espaço, situação que poderá afastar, ainda assim, alguns interessados.

Notícia sobre:

Será desta (em 2018) que a antiga Feira Popular encontra comprador?

Os terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa ainda não têm comprador. Não têm, mas vão ter, muito provavelmente já em 2018. Isto porque no primeiro trimestre do próximo ano a Câmara Municipal de Lisboa (CML) lançará uma nova hasta pública do terreno, em Entrecampos.

Notícia sobre:

Câmara do Porto descarta direito de preferência na compra do antigo colégio Almeida Garrett

A Câmara do Porto não vai exercer o direito de preferência na compra do antigo colégio Almeida Garrett, por 6,1 milhões de euros. A proposta, apresentada pela bancada socialista, foi chumbada pela maioria absoluta de Rui Moreira e pelo vereador PSD Álvaro Almeida.

Notícia sobre: