Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Polémica

Últimas notícias sobre "Polémica" publicadas em idealista.pt/news

Despesas na residência oficial da Finlândia abrem polémica

O reembolso das despesas realizadas pela primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, e da sua família na residência oficial de Kesäranta está a gerar polémica. Em causa está o reembolso de, por exemplo, pequenos-almoços na ordem dos 850 euros mensais. Na tentativa de pôr fim à discussão em tempo de eleições locais, Sanna Marie renunciou “definitivamente” ao reembolso das despesas.

Notícia sobre:

Carteira de imóveis do BES era “má, velha e ilegal”, diz presidente do Novo Banco

O presidente do Novo Banco disse esta terça-feira (15 de setembro de 2020) que a carteira de imóveis que o banco 'herdou' do BES e que teve de vender era “má, velha e ilegal”. Segundo António Ramalho, que falava numa audição parlamentar, da carteira só 14% eram residenciais, sendo que 35% dos ativos tinham mais de cinco anos e 100 imóveis tinham mesmo mais de 20 anos. Era “ilegal” porque, em geral, os bancos são obrigados a vender imóveis no prazo de dois anos.

Notícia sobre:

Caso Selminho: terrenos reclamados por família de Rui Moreira pertencem (mesmo) à Câmara do Porto

O Tribunal Judicial do Porto veio confirmar, pela segunda vez, que os terrenos reclamados pela imobiliária Selminho - da família do autarca Rui Moreira -, localizados junto à Ponte da Arrábida, na Invicta, são mesmo da Câmara Municipal

Notícia sobre:

Facebook multado em 565.000 euros por violar lei da proteção de dados

A empresa norte-americana Facebook vai ter de pagar mais de meio milhão de euros por ter violado a lei da proteção de dados. Em causa está o uso ilícito dos dados pessoais de 87 milhões de utilizadores da rede social pela Cambridge Analytica.

Notícia sobre:

Galp diz ser normal ter convidado o secretário de Estado das Finanças para o Euro2016

A convite da Galp, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais viajou para assistir a jogos de futebol da seleção portuguesa no Euro 2016. O CDS reagiu pedindo a demissão de Fernando Rocha Andrade, por considerar um ato "reprovável e grave", mas a empresa veio dizer este que "este tipo de iniciativas é comum e considerado aceitável no plano ético das práticas empresariais internacionais". O governante também considera "natural".

Notícia sobre:

Rui Moreira faz queixa contra “desconhecidos sem escrúpulos” por causa da Selminho

O presidente da Câmara Municipal do Porto (CMP), Rui Moreira, vai apresentar uma queixa na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra “desconhecidos sem escrúpulos” que, anonimamente, espalharam dúvidas sobre o acordo alcançado entre o município e uma empresa detida pelo autarca e os seus familiares, a Selminho.

Notícia sobre:

Bancos têm de reavaliar desblindagem a cada cinco anos

O decreto-lei que permite acabar com a limitação dos direitos de voto nos bancos prevê que a cada cinco anos os acionistas possam rever os seus estatutos em relação aos limites de detenção de ações ou dos direitos de voto. “A manutenção ou revogação de limites à detenção ou ao exercício dos direitos de voto dos acionistas de instituições de crédito deve ser objeto de deliberação dos acionistas, pelo menos, uma vez em cada período de cinco anos”, refere o diploma, que foi promulgado segunda-feira pelo Presidente da República.

Notícia sobre:

Vistos gold: investimento em compra de casas cai de 64,5 para 38,9 milhões num mês

Foram concedidas apenas 72 Autorizações de Residência para a atividade de Investimento (ARI) – os chamados vistos gold – em novembro, num investimento de 45,4 milhões de euros, menos 36,6% que no mês anterior (71.655.632 euros). Em outubro, o número de vistos gold tinha mais que triplicado face a setembro, para um total de 119, representando um investimento de 71,6 milhões de euros.

Notícia sobre:

Norma aprovada pela câmara de Lisboa permitiu que o BES poupasse mais de 500 mil euros

Uma polémica sobre o licenciamento de um grande edifício que o Banco Espírito Santo (BES) queria construir na Avenida da Liberdade e na Rua Rosa Araújo, em Lisboa, para alargamento da sua sede, foi resolvida em 2010. A Câmara Municipal de Lisboa (CML) aprovou uma norma que visou acabar com as dúvidas suscitadas por um regulamento municipal. Essa norma interpretativa, proposta ao executivo camarário por António Costa, e oriunda dos serviços do vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, poupou mais de 500 mil euros ao BES.

Notícia sobre: