Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

passos coelho acusa juízes do tc de falta de “bom senso”

passos coelho pede bom senso na interpretação da constituição
Autor: Redação

o presidente do psd e primeiro-ministro de portugal, pedro passos coelho, considerou que o obstáculo às reformas que estão a ser implementadas não é a constituição da república, mas a interpretação que é feita pelos juízes do tribunal constitucional (tc). nesse sentido, pediu “bom senso” e reclamou, nas entrelinhas, uma leitura menos conservadora daquela que tem sido feita

segundo o governante, que falava, domingo, no encerramento da universidade de verão dos social-democratas, o estado não poderá continuar a pagar a factura salarial que suporta actualmente. “pesa mais de 75% na despesa do estado”. citado pelo jornal de notícias, passos coelho frisou que ão se pode “cristalizar os direitos adquiridos sem ter forma de os pagar”

o chefe de governo aproveitou a ocasião para abordar o aumento das horas semanais de trabalho na função pública. numa semana mediática, que coincidiu com o chumbo do tc ao diploma da mobilidade pública, passos disse esperar que não venha a suceder o mesmo com esta nova lei, que aumenta de 35 para 40 horas por semana o trabalho dos funcionários públicos