Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção: menos produção, emprego e remunerações em setembro

Segundo o INE, o Índice de Produção na Construção teve uma variação homóloga de -13,5%.
Autor: Redação

O setor da construção mergulhou numa enorme crise e está a sentir dificuldades para recuperar e vir à tona. A comprová-lo estão os números. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), está a produzir-se menos na construção que no ano passado, sendo que este é um setor que gera menos emprego e que paga ainda menos aos trabalhadores que em 2012. Ainda assim, conclui a entidade, em setembro, os dados são mais animadores que em agosto.

“O Índice de Produção na Construção registou uma variação homóloga de -13,5% em setembro, o que representa uma variação negativa menos expressiva que a observada em agosto (-15,3%)”, refere o INE. “A evolução da atividade neste período foi determinada por variações homólogas menos negativas em ambos os segmentos considerados, Construção de Edifícios e Engenharia Civil. O índice relativo ao segmento Construção de Edifícios apresentou uma diminuição homóloga de 13,0% em setembro (variação de -14,6% em agosto) enquanto o segmento da Engenharia Civil registou uma variação de -13,9% (-16,0% no mês anterior)”, acrescenta.

No que diz respeito à taxa de variação do Índice do Emprego no setor da Construção, passou, em termos homólogos, “de uma variação de -15,1% em agosto para uma variação de -14,3% em setembro”. “Face ao mês anterior, o índice de emprego registou uma taxa de variação de -0,8% (-1,7% em setembro de 2012)”, refere o INE.

Já o Índice das remunerações na construção “apresentou, em setembro, uma variação homóloga de -12,1% (variação de -14,9% no mês anterior)”. Face a agosto, o índice de remunerações diminuiu 1,6% (redução de 4,7% em setembro de 2012)”, concluiu a entidade.

Artigo visto em
(idealista news)